AOS QUE VIRÃO DEPOIS DE NÓS

Bertolt Brecht – (Gestus)

“Também gostaria de ser um sábio.

Os livros antigos nos falam da sabedoria:

é quedar-se afastado das lutas do mundo e,

sem temores,
deixar correr o breve tempo.

É mais:
evitar a violência.., retribuir o mal com o bem..,
não satisfazer os desejos = antes esquecê-los!
é o que chamam sabedoria.
E eu não posso fazê-lo.

Realmente,
vivemos tempos sombrios.

Aos que vierem depois de nós

Bertolt Brecht
(Tradução de Manuel Bandeira)


Realmente, vivemos muito sombrios!
A inocência é loucura. Uma fronte sem rugas
denota insensibilidade. Aquele que ri
ainda não recebeu a terrível notícia
que está para chegar.

Que tempos são estes, em que
é quase um delito
falar de coisas inocentes.
Pois implica silenciar tantos horrores!
Esse que cruza tranqüilamente a rua
não poderá jamais ser encontrado
pelos amigos que precisam de ajuda?

É certo: ganho o meu pão ainda,
Mas acreditai-me: é pura casualidade.
Nada do que faço justifica
que eu possa comer até fartar-me.
Por enquanto as coisas me correm bem
(se a sorte me abandonar estou perdido).
E dizem-me: “Bebe, come! Alegra-te, pois tens o quê!”

Mas como posso comer e beber,
se ao faminto arrebato o que como,
se o copo de água falta ao sedento?
E todavia continuo comendo e bebendo.

Também gostaria de ser um sábio.
Os livros antigos nos falam da sabedoria:
é quedar-se afastado das lutas do mundo
e, sem temores,
deixar correr o breve tempo. Mas
evitar a violência,
retribuir o mal com o bem,
não satisfazer os desejos, antes esquecê-los
é o que chamam sabedoria.
E eu não posso fazê-lo. Realmente,
vivemos tempos sombrios.

Para as cidades vim em tempos de desordem,
quando reinava a fome.
Misturei-me aos homens em tempos turbulentos
e indignei-me com eles.
Assim passou o tempo
que me foi concedido na terra.

Comi o meu pão em meio às batalhas.
Deitei-me para dormir entre os assassinos.
Do amor me ocupei descuidadamente
e não tive paciência com a Natureza.
Assim passou o tempo
que me foi concedido na terra.

No meu tempo as ruas conduziam aos atoleiros.
A palavra traiu-me ante o verdugo.
Era muito pouco o que eu podia. Mas os governantes
Se sentiam, sem mim, mais seguros, — espero.
Assim passou o tempo
que me foi concedido na terra.

As forças eram escassas. E a meta
achava-se muito distante.
Pude divisá-la claramente,
ainda quando parecia, para mim, inatingível.
Assim passou o tempo
que me foi concedido na terra.

Vós, que surgireis da maré
em que perecemos,
lembrai-vos também,
quando falardes das nossas fraquezas,
lembrai-vos dos tempos sombrios
de que pudestes escapar.

Íamos, com efeito,
mudando mais freqüentemente de país
do que de sapatos,
através das lutas de classes,
desesperados,
quando havia só injustiça e nenhuma indignação.

E, contudo, sabemos
que também o ódio contra a baixeza
endurece a voz. Ah, os que quisemos
preparar terreno para a bondade
não pudemos ser bons.
Vós, porém, quando chegar o momento
em que o homem seja bom para o homem,
lembrai-vos de nós
com indulgência.

Bertolt Brecht nasceu em Augsburg, Alemanha, em 1898. Em 1917 inicia o curso de medicina em Munique, mas logo é convocado pelo exército, indo trabalhar como enfermeiro em um hospital militar. Aquele que iria se tornar uma das mais importantes figuras do teatro do século XX, começa a escrever seus primeiros poemas e cedo se rebela contra os “falsos padrões” da arte e da vida burguesa, corroídas pela Primeira Guerra. Tal atitude se reflete já na sua primeira peça, o drama expressionista “Baal”, de 1918. Colabora com os diretores Max Reinhardt e Erwin Piscator. Recebe, no fim dos anos 20, instruções marxistas do filósofo Karl Korsch. Em 1928, faz com Kurt Weill a “Ópera dos Três Vinténs”. Com a ascensão de Hitler, deixa o país em 1933, e exila-se em países como a Dinamarca e Estados Unidos da América, onde sobrevive à custa de trabalhos para Hollywood. Faz da crítica ao nazismo e à guerra tema de obras como “Mãe coragem e seus filhos” (1939). Vítima da patrulha macartista, parte em 1947 para a Suíça — onde redige o “Pequeno Organon”, suma de sua teoria teatral. Volta à Alemanha em 1948, onde funda, no ano seguinte, a companhia Berliner Ensemble. Morre em Berlim, em 1956.


O poema acima foi extraído do caderno “Mais!”, jornal Folha de São Paulo – São Paulo (SP), edição de 07/07/2002, tendo sido traduzido pelo grande poeta brasileiro Manuel Bandeira.

educação fora do tradicional

Logan La Plante é um menino de 13 anos que saiu da escola tradicional aos 9 anos e hoje aprende através de uma educação que ele denominou de Hackschooling.
A proposta de Logan é uma nova porta que se abre como um modelo de educação, pois tem como prioridade a felicidade a saúde e a criatividade, elementos pouco priorizados na educação tradicional.

sobre a solidão

o vídeo mostra uma opinião sobre a solidão, diz que nosso meio de vida ‘online’ nos induz a uma solidão [mas o que é solidão? se eu pensar que solidão é um estado de consciência e acreditar que esse estado de consciência pode ser induzido por ‘ócio contemplativo’ (proporcionado, agora e em grande escala, pelo ‘online’ e pelo valor econômico que está substituindo o valor humano) então isso é bom né? ou não] assista o vídeo, pesquise e opine, seu comentário será útil e bem vindo.

A Vida e o Sonho…

como será que os sonhos acontecem? este vídeo explica como selecionamos informações racionalmente e como parte delas contribui para nosso material onírico … o filósofo dos sonho Freud, no seu livro “Teoria dos Sonhos” fala que o homem precisa dormir para descansar o corpo e, principalmente, para sonhar: “o sonho é a realização dos desejos reprimidos quando o homem está consciente”. Quando o homem dorme, a consciência “desliga-se” parcialmente para que o inconsciente entre em atividade, produzindo o sonho… existem pessoas que acreditam que através dos sonhos podemos ter acesso à um mundo tão real quanto nossa imaginação pode acreditar e que através dos sonhos podemos nos conhecer melhor e em alguns casos até prever o futuro … o que você acredita? (opine no comentários – saiba mais sobre os sonhos aqui, aqui e aqui!)

os sonhos podem ter vários significados...

os sonhos podem ter vários significados… por via das dúvidas sempre se utilize de preservativos …

Origem da vida e do ser humano

Olá ALUNO – após assistir os vídeos – (ou às aulas sobre “a origem da vida e do ser humano”) escreva algo no comentário : reflita sobre se você acredita no que os vídeos mostram? como você acredita que começou a vida na Terra? como você acha que serão os Hominídeos no futuro ? escreva e assine abreviando seu nome e colocando ano/turma. Profº Daniel Carlos.

Era Uma Vez…O Homem – O Nascimento da Terra

Era Uma Vez…O Homem – O Homem de Neannderthal

Era Uma Vez…O Homem – O Homem do Cro-Magnon

Homem Pré- Histórico – Vivendo entre as feras – O mundo pré-histórico era repleto de perigos, feras selvagens estavam por toda parte e definitivamente não era nem um pouco seguro para um ser tão fraco e desprotegido, viver em um ambiente como esse. Mas o que levou o homem a chegar até o degrau mais alto da evolução e se tornar a espécie dominante no planeta? Simples, o seu cérebro. Com tantas desvantagens naquele mundo cruel e violento, foi nele que o ser humano encontrou a vantagem que precisava. Uma ótima oportunidade para aprendermos mais sobre nós mesmos e descobrir que foram as ações de nossos ancestrais que nos trouxeram até exatamente aqui.

O nascimento da Mente – Humanos, Quem Somos Nós? – Episódio da série HUMANOS, QUEM SOMOS NÓS? Na qual psicólogos, linguistas e caçadores de fósseis irão esclarecer aspectos da unicidade genética do ser humano. Série que analisa, de forma profunda, as vidências que levaram cientistas de diferentes áreas (psicólogos, linguistas, geneticistas, arqueólogos, paleontólogos e outros) a concluir o trajeto evolutivo do homem e os aspectos da unicidade genética do ser humano. Assim, são remontadas as condições mais primitivas dos primatas que nos originaram, o que as modificaram, como e por que tais transformações ocorreram, bem como as características fisiológicas, cognitivas e sociais daqueles seres.

Beakman explica a Seleção Natural

copa do mundo

Filosofos_4cores

A “Partida de Futebol dos Filósofos” é uma esquete criada pelo grupo de comediantes Monty Python que descreve um jogo de futebol no Estádio Olímpico em 1972 durante as Olimpíadas de Munique entre os filósofos que representam a Grécia e a Alemanha.

futebol e filosofia

e a velha a fiar…

Obra do cineasta Humberto Mauro, a velha a fiar (1964) ilustra a cançao popular de mesmo nome, executada pelo Trio Irakitã. O filme é considerado o primeiro videoclipe brasileiro, e um dos primeiros do mundo.

Vídeo produzido a partir do livro A Velha a fiar, adaptação de Sandra Regina Félix e ilustrações de Jefferson Galdino.(áudio-livro)

“Morte e Vida Severina”

“Morte e Vida Severina” é um auto de Natal Pernambucano, escrito pelo poeta João Cabral de Melo Neto, musicado por Chico Buarque e apresentado pelo “TUCA” (Teatro Universitário da Universidade Católica de S. Paulo).
Conta o drama do retirante nordestino, expondo sua luta pela sobrevivência diária e difícil.

Foi representado em Portugal, em Maio de 1966.

(01 – “De sua formosura 02 – “Severino / O Rio (Notícias do Alto Sertão)” 03 – “Mulher na Janela” 04 – “Homens de Pedra” 05 – “Todo o Céu e a Terra” 06 – “Encontro com o Canavial” 07 – “Funeral de um Lavrador” 08 – “Chegada ao Recife” 09 – “As Ciganas” 10 – “Despedida do Agreste” 11 – “O Outro Recife” 12 – “Fala do Mestre Carpina”)

utilitarismo ? sabe

O Utilitarismo é uma escola filosófica que nasceu no século XVIII, na Inglaterra. Ela estabelece a prática das ações de acordo com sua utilidade, baseando-se para tal em preceitos éticos. Assim, uma atitude só deve ser concretizada se for para a tranqüilidade de um grande número de pessoas. Portanto, antes da efetivação de uma ação, ela deve ser avaliada sob o ponto de vista dos seus resultados práticos.

O Utilitarismo tem um aspecto moral que procura entender a natureza do homem, e para isso leva em conta o fato de que o indivíduo está sempre em busca do prazer, ao mesmo tempo em que tenta fugir da dor. É neste ponto que esta doutrina intervém, pois sua função é propiciar às pessoas o máximo de satisfação e alegria, e por outro lado impedir o sofrimento. Portanto, ser útil é o valor moral mais elevado.

Esta escola filosófica também foi conhecida como radicalismo filosófico, pelo seu empenho em restabelecer os valores éticos e, muitas vezes, em transformar a própria sociedade. A utilidade, para ela, é inclusive sinônimo de felicidade.

* sobre o vídeo :

Jeremy Bentham (1748 — 1832)
Filósofo inglês.

John Stuart Mill (1806 — 1873)
Filósofo e economista inglês


“Os utilitaristas”

por Luis Alberto Peluso – PUC Campinas

saiba mais sobre utilitarismo aqui e aqui

Especial para a amiga Maria Lúcia Dário.

Utopia e Barbárie – entender o passado para mudar o futuro

O documentário trafega por alguns dos episódios mais polêmicos dos últimos séculos, como as bombas de Hiroshima e Nagasaki, o Holocausto, a Revolução de Outubro, o ano de 1968 no mundo (Brasil, França, Chile, Argentina, Uruguai, dentre outros), a Operação Condor, a queda do Muro de Berlim e a explosão do neoliberalismo mais canibal que a História já conheceu.

Utopia e Barbárie é uma verdadeira aula de história e segue como indicação para professores preocupados em mostrar outras formas de conhecimento.

ECCE HOMO: EDUCAÇÃO

Este vídeo trata da educação para a transmissão da cultura e do desenvolvimento da humanidade, desde a disseminação dos conhecimentos oralmente, quando não havia os sistemas de escrita, até os desafios da educação para o século XXI, em um mundo de tecnologias avançadas e diferenças sociais recorrentes. O vídeo é de 1999, no entanto, embora os dados apresentados sejam de dez anos atrás, as discussões são atuais.

 

Dicas pedagógicas aqui

como está sua audição?

Você escuta bem? O teste no vídeo do youtube é bem simples, basta abrir o vídeo e tentar escutar as frequências sonoras.

8.000 Hz é a média que qualquer pessoa sem problemas sérios de audição deve ouvir;
12.000 Hz é ouvido por pessoas abaixo dos 50 anos;
15.000 Hz é perceptível por quem tem menos de 40 anos;
16.000 Hz você vai ouvir se seu ouvido tiver menos de 30 anos;
17.000 e 18.000 Hz são audíveis para ouvidos com menos de 24 anos;
19.000 Hz podem ser escutados por quem tem menos de 20 anos.

A paixão pelo conhecimento

Curso Livre de Humanidades – Filosofia.
Com Renato Janine Ribeiro. Prof Dr. Ética e Filosofia Política / USP.

(texto)

 

Série de vídeos com temas filosóficos (+18)

 

Uma Reflexão sobre o Pensamento Moderno.

Com Franklin Leopoldo e Silva. Prof. Dr. Filosofia Moderna e Contemporânea / USP.

 

A Filosofia das coisas Divinas e a Filosofia das coisas humanas

Com Marcelo Perine. Prof Dr. Filosofia / PUC SP.

 

Empirismo e Ceticismo – David Hume

Com Roberto Bolzani Filho. Prof. Dr. de História da Filosofia Antiga / USP.

 

Galileu e o diálogo sobre as duas novas ciências

Com Pablo Rubén Mariconda. Prof. Dr. Teoria do Conhecimento e Filosofia da Ciência/USP

 

A Bela morte e a boa morte

Com Rachel Gazolla de Andrade. Prof Dr. Filosofia PUC SP.

 

O Ceticismo Empírico dos Gregos

Com Oswaldo Porchat de Assis Pereira. Prof. Emérito / USP.

 

Nietzche e a Filosofia do Martelo

Prof. Dr. Clóvis de Barros Filho,  professor na ECA-USP.

 

Medusa

Medusa é um ser da mitologia grega que tinha cobras no lugar do cabelo e transformava qualquer ser vivo que a olhasse diretamente nos olhos em pedra.

Medusa vivia em uma caverna até um dia em que o herói Perseu resolveu combatê-la. Teve uma ideia genial para não ser transformado em pedra e venceu! Assista ao vídeo acima que conta a história da Medusa.

Partido Alto

Concebido em estreita colaboração com Paulinho da Viola, Partido Alto é um documento histórico e sincera homenagem à ”expressão mais autêntica do samba” como Candeia define esse gênero musical, marcado por improvisações. Esse filme precioso de 1976, além de fixar a manifestação de certa pureza musical, a simplicidade e a comunhão da gente do
samba com depoimentos marcantes da velha guarda, firma a posição contra a crescente padronização do samba, imposta pelo mercado.

1976-1982 – Partido Alto – Leon Hirszman

“Metade da humanidade não come e a outra metade não dorme com medo da que não come”

(Josué de Castro – Geografia da fome)

O mundo global visto do lado de cá, documentário do cineasta brasileiro Sílvio Tendler, discute os problemas da globalização sob a perspectiva das periferias (seja o terceiro mundo, seja comunidades carentes). O filme é conduzido por uma entrevista com o geógrafo e intelectual baiano Milton Santos, gravada quatro meses antes de sua morte.

ABC da Greve – entenda o início do Partido dos Trabalhadores

Documentário de longa metragem sobre a primeira greve brasileira fora da fábrica.Cobrindo os acontecimentos na região do grande ABC paulista,em 1979, o filme acompanha a trajetória do movimento de 150 mil metalúrgicos em luta por melhores salários e condições de vida.Sem obter suas reivindicações, decidem-se pela greve, afrontando o governo militar.Este responde com uma intervenção no sindicato da categoria.Mobilizando numeroso contingente policial o governo inicia uma grande operação de repressão.Sem opção para realizar suas assembleias, os trabalhadores são acolhidos pela Igreja.Passados 45 dias, patrões e empregados chegam a um acordo.

prévia do rolezinho

rio-sul-8

Em agosto de 2000 um grupo de manifestantes organizou uma ocupação em um grande shopping da zona sul carioca. O episódio obteve grande repercussão na imprensa nacional e ainda hoje é discutido por alguns teóricos

O documentário nos mostra um grupo de manifestantes sem terra, que visitaram o Shopping Center Rio Sul, em Botafogo, no Rio de Janeiro, em 2000. Apesar da manifestação pacífica, não foram bem recebidos, bem vistos. O objetivo dos manifestantes era mostrar que eles têm direitos ao andar, visitar locais públicos. No início, foram abordados pela polícia, mas nada adiantou, pois a impressa estava presente.

rio-sul-9

Ideia pra feira de ciências deste ano?

O estudante inglês Jamie Edwards, de apenas 13 anos, acaba de construir um reator nuclear.
O reator foi ligado durante uma feira de ciências escolar, fazendo de Jamie a pessoa mais jovem do mundo a fazer uma fusão atômica bem-sucedida.
Ele fez dois átomos de hidrogênios se chocarem, criando hélio por meio de uma fusão nuclear.
Para comprar as peças e construir o reator, ele usou o dinheiro que ganhou de Natal e contou com ajuda do diretor da escola.
O recorde anterior pertencia a um americano, que criou um reator nuclear na garagem de sua casa com apenas 14 anos.

(link matéria)

O horror da guerra na vida de uma garotinha filmada 1 segundo por dia

A guerra civil na Síria, em curso já há três anos, destruiu a infância de toda uma geração de crianças no país. Mais de 11 mil crianças morreram e cerca de 1 milhão delas vivem como refugiadas. Distante do conflito, a maioria das pessoas não pensa no quão desvastadora uma guerra pode ser para a vida de uma criança. Sabendo disso, a ONG Save the Children decidiu criar uma campanha que tornasse a questão mais próxima. No vídeo, a vida de uma garotinha britânica é filmada 1 segundo por dia. Durante esse tempo, seu cotidiano feliz é gradualmente substituído pelo terror de um conflito armado. “Só porque não está acontecendo aqui, não significa que não esteja acontencendo”, diz a ONG ao final do vídeo.