Pã de Pânico

Pã de Pânico

Pã de Pânico

Com torso humano e pernas e chifres de bode, Pã, filho de Hermes, era o deus dos campos, dos pastores e dos bosques. Ele gostava da companhia dos sátiros, era bom dançarino, bom músico e adorava perseguir as ninfas. Tinha voz aterradora, que muitas vezes espantava os animais dos bosques. Seus grito era capaz de parar exércitos inteiros e até rachar as muralhas de uma cidade – o medo que inspirava originou a palavra “pânico”.

Sátiros: Parte homem, parte bode, os sátiros eram espíritos dos bosques e montanhas. Como seguidores de Dionísio, gostavam de beber, de festejar, de perseguir ninfas e de assustar quem passasse pelas florestas. Os sátiros eram filhos de ninfas com bodes. Originalmente humanos, foram transformados em híbridos por Hera, que se zangou porque eles não vigiaram Dionísio direito.

Grato pelo comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s