Hades e Cérbero

Perséfones: Passeando pela terra, Hades viu Perséfones, deusa da fertilidade. Enamorou-se dela e levou-a em sua carruagem. Casada com ele, Perséfones tornou-se rainha dos infernos, Deméter, mãe de Perséfones, ficou indignada e ameaçou impedir que as plantas crescessem, caso a filha não voltasse. Zeus decidiu então que Perséfones passaria dois terços do ano na Terra e um terço com Hades.

Cérbero: O cão de três cabeças de Hades, Cérbero, era o guardião dos infernos. Ficava no portão do mundo subterrâneo, evitando que os vivos entrassem e assustando a alma dos mortos que chegavam.

Fúrias: As Erínias viviam nas profundezas do Hades, onde torturavam as almas pecadoras. Nasceram das gotas de sangue que caíram sobre Gaia, a Terra, quando o deus Urano foi castrado. Pavorosas, tinham corpo de velhas, cabeça de cão com cobras em vez de cabelo, pele negra retinta e asas de morcego. Chamavam-se Tisífone (Castigo), Megera (Raiva Ciumenta) e Alecto (Interminável).

Caronte: Os mortos tinham de cruzar o rio Aqueronte ou então o Estige para chegar aos infernos, com a ajuda de Caronte, o barqueiro. Velho e mal-humorado, Caronte insistia para que todas as almas que viajavam em sua barca lhe pagassem um óbolo. É por esse motivo que os gregos sempre punham uma moeda na boca de seus mortos.

Estige e outros Rios: Os infernos tinham cinco rios. No Aqueronte (Aflição) só havia água estagnada e ruim, e no rio Flegetão (Fogo) continha chamas líquidas. O Cocito (Gemido) era assombrado pelos mortos sem sepultura, que ali ficavam por cem anos. O maior deles, o Estige (Maligno), dava nove voltas em torno dos infernos. Os mortos tomavam a água do rio Letes (Esquecimento) para esquecer suas vidas passadas.

Campos Elisios: Para os gregos antigos, os bons iam para os Campos Elísios (ou Eliseu) depois da morte. Esses campos ficavam no extremo oposto do rio Oceano, que, segundo a crença, circundavam a Terra. Era um lugar lindo, onde havia esportes, poesia e música para as almas. Os Campos Elísios eram comandados pelo Titã Cronos.

Anúncios

Um pensamento sobre “Hades e Cérbero

Grato pelo comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s