cornucópia

cornucópia

Na mitologia grega é conhecida como cornucópia de Amaltea, conta a história que era uma ninfa-cabra descendente do Sol que viva numa gruta no monte Ida de Creta. Segundo o mito ela seria filha de Meliseo, e teria alimentado Zeus enquanto se escondia do seu pai Cronos.

Quando Zeus era pequeno e era tratado por Amaltea, num ataque de ira, o deus menino agarrou com força o corno da cabra, puxou-o e arrancou-o, produzindo uma enorme dor à sua cuidadora. A medida que se foi fazendo adulto e lembrando-se do acidente, Zeus concedeu ao corno arrancado o dom da abundância; a partir desse momento o corno está sempre cheio de alimentos e bens que o seu dono possa desejar. Quando Amaltea morreu foi levada a Zeus que a transformou na constelação de Capricórnio.

Esse corno é chamado de “a cornucópia” ou “o corno da abundância” símbolo da produtividade da natureza.

Anúncios

Grato pelo comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s