será?

10396283_856659604367107_1456262935391819987_n

então fico doente e preciso ligar pra minha mãe: só ela me conforta = liguei pro meu pai, pois o cel. da mãe estava desligado, atende minha irmã – disse que estava doente – minha irmã muito pragmática reclama que sempre fico doente, recomendou tomar vitamina c com outro suplemento – nem perguntou se estou bem (! não deu tempo) queria dizer que o que me infringiu foi um vírus, o qual só injeção, não disse, depois conversei com minha mãe e tudo voltou ao normal. Então pensando nessa energia pragmática, em como ela é poderosa em nosso discurso diário, não o pragmatismo fraterno da minha irmã, mas um pragmatismo nefasto presente no discurso de uma parcela da população que não se preocupa com ninguém de forma nenhuma e ainda quer se utilizar das pessoas e do mundo como um “banco de recursos” disponível a saque imediato. Raciocínio prático e utilitário, que não leva em consideração as consequências ambientais, a energia espiritual do sistema, não reconhecimento do outro, cobrança desigual de direitos, sem senso de pátria ou cultura, corrupção, ignorância, ganancia e competição… Um exemplo claro é como são disputadas nossas ruas e  avenidas (espaço público). Então penso: como seria uma educação que conscientizasse para uma educação humanista – sustentável – solidária? E possível? Pode me ajudar?

Anúncios

Um pensamento sobre “será?

  1. Deu certo pra mim. Desliguei tvs e me liguei nos filhos. Brigamos um tanto, soltamos pipas e conheci namoradas. Sobrevivemos ao convívio e sabe o que? Ficamos fortes nisso de laços.

Grato pelo comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s