Da panela viemos

O que nos tornou humanos? Uma nova teoria defende que somos o que somos graças a um hábito muito simples: o cozimento dos alimentos. Entenda aqui por que fritar, assar, ferver e cozinhar pode ter criado todos nós.

Por que cozinhar a comida é algo tão importante que todas as sociedades humanas resolveram incluir esse hábito em sua cultura? Provavelmente porque alimentos cozidos são digeridos mais facilmente do que os crus, já que o organismo gasta menos energia para quebrar suas moléculas. Estudos sobre o amido cozido presente na aveia, no trigo, nas batatas e no pão branco, por exemplo, revelaram que 95% dele é digerido pelo corpo humano. Já para o cru a taxa cai quase pela metade. No caso das proteínas da carne, o cozimento pode aumentar a digestibilidade em até 40%. O calor promove a quebra dessas moléculas, fazendo com que suas ligações internas se enfraqueçam e fiquem mais expostas à ação das enzimas digestivas. Aí é só se esbaldar nas calorias.

Depois do fogo, o auge humano

• 1,6 a 1,9 milhão de anos atrás descoberta do fogo, com o Homo erectus

• 1,8 milhão de anos surgimento da família nuclear, ou seja, os casamentos

• 200 mil anos surgimento do Homo sapiens

• 80 mil anos desenvolvimento da arte e da religião (primeiras evidências de sepultamento dos mortos)

• 35 mil anos primeiros instrumentos musicais

• 7 mil anos primeiras grandes cidades na Mesopotâmia

• 3 mil anos primeiros filósofos

veja a matéria completa na revista Superinteressante.

Da panela viemos

Grato pelo comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s