Odisséia – Polifemo

Odisséia - Polifemo

Odisséia – Polifemo

Ulisses e seus homens chegaram à Sicília, terra dos ciclopes, monstros gigantescos de um olho só. Os gregos estavam procurando comida e roubaram algumas ovelhas da ilha. Não se deram conta de que os animais pertenciam ao chefe dos ciclopes, Polifemo, que os prendeu numa caverna. Para ajudar seus homens, Ulisses enfiou uma estaca em brasa no único ilho do ciclope e o cegou.

Os ciclopes eram gigantes de um olho só. Os primeiros três eram filhos de Gaia e Urano. Aprisionados no mundo subterrâneo foram libertados por Zeus e ajudaram-no a combater seus captores, os Titãs. Como ferreiros de Zeus, fizeram seus raios, e também o capacete de Hades.

Éolo: deus do vento, Éolo ajudou Ulisses a sair da terra dos ciclopes. Éolo prendeu quase todos os seus ventos num odre e deu-o a Ulisses. O único vento deixado de fora foi o que poderia levar os navios de Ulisses direto para Ítaca. Mas os homens de Ulisses estavam curiosos para saber o que havia dentro do odre e, acreditando que lá dentro houvesse um tesouro, abriram-no para espiar. Os ventos escaparam e sopraram os gregos outra vez para fora da rota. acabaram numa terra de gigantes canibais que comeram a tripulação de todos os navios, exceto um.

Parte do filme “The odyssey” episódio do Ciclope Polifemo.

Sobre a Odisseia:

3 comentários em “Odisséia – Polifemo

Grato pelo comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s